Para quem está longe, mas não esquece a Região
18 de Dezembro de 2008

Hortense Martins, deputada na Assembleia da República, eleita pelo Distrito de Castelo Branco, sucedeu a Maria José Baptista na presidência do departamento federativo das Mulheres Socialistas de Castelo Branco.

O mandato é de dois anos e a tomada de posse, das 31 mulheres que compõem a lista, decorreu na segunda-feira passada.

Aproximar este organismo federativo da comunidade, em particular, das mulheres para que estas, por sua vez, se aproximem da actividade cívica e política é um dos objectivos de luta.

Outra das linhas orientadoras passa pela sensibilização das autarquias e outros organismos para a elaboração de políticas de igualdade e de género.

publicado por incastelobranco às 17:49

Luís Filipe Rodrigues é o novo presidente da Comissão Concelhia de Partido Social Democrata (PSD) de Idanha-a-Nova.

As eleições decorreram no sábado passado, sendo esta a única lista e reuniu o consenso dentro do partido,ao ter sido aprovada por unanimidade.

publicado por incastelobranco às 17:46

Um jovem de 20 anos foi detido no terminal da rodoviária de Castelo Branco, na segunda-feira passada, pela Polícia de Segurança Pública (PSP), devido a uma denúncia recebida por esta força de segurança, no sentido de o jovem estaria na posse de cerca de 3 kg de haxixe.

A PSP transportou o jovem para a esquadra, onde foi revistado, tendo sido encontrados dois cintos de plástico, cada um com 10 sabonetes de haxixe, por baixo da roupa.

Nos bolsos o jovem de 20 anos trazia ainda cerca de 300 gramas da mesma droga.

Na altura foram ainda apreendidas uma faca e uma navalha.O jovem está indiciado por tráfico de droga e detenção de arma proibida, com as autoridades a considerarem que se trata de um correio de droga.

O valor do haxixe ronda os 3.500 euros.

O jovem estava já identificado pela PSP, obrigado a apresentações periódicas nesta esquadra, uma vez que, no passado mês de Novembro, na sequência da operação Fair Play, que levou à detenção de vários elementos da claque benfiquista No Name Boys, já tinha sido arrolado e ouvido no processo.

publicado por incastelobranco às 17:32

A Câmara do Fundão está a dinamizar o VI Concurso de Presépios, que tem como objectivo manter viva uma tradição cultural secular.

No concurso podem participar todas as entidades do Concelho, sendo que as inscrições podem ser feitas até sexta-feira, no Gabinete Cultural ou Atendimento ao Munícipe da Câmara do Fundão.

 

publicado por incastelobranco às 17:30

 

A Associação Cultural da Beira Interior (ACBI) está a promover o Natal para todos, que é um projecto que vai na 15ª edição e ao qual a Câmara do Fundão se tem vindo a associar.

O Natal para todos é um projecto de solidariedade que, na época do Natal, tem no Coro Misto da Beira Interior e no Grupo de Percussão da Beira Interior, uma espécie de postal vivo, com a realização de pequenos concertos junto dos mais carenciados do ponto de vista afectivo.

Assim, hospitais, lares de terceira idade, centros de dia, orfanatos, abrigos e estabelecimentos prisionais, entre outros, são contemplados com este projecto, de modo a que a cultura também seja solidária.

O projecto vai assim levar a música e a solidariedade aos centros de dia da Capinha e Alcaria, sábado, enquanto segunda-feira o concerto será no auditório da Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão.

 

publicado por incastelobranco às 17:28

O Museu Arqueológico Municipal José Monteiro, do Fundão, acaba de ser distinguido com uma Menção Honrosa, na categoria Melhor Museu Nacional 2008, dos prémios da Associação Portuguesa de Museologia (APOM).

A distinção foi atribuída ex-aequo com o Museu de Arte Contemporânea de Elvas, sendo que nos prémios o primeiro classificado foi o Fluviário de Mora.

Para o Museu Arqueológico esta é uma distinção que vem premiar a originalidade e concepção do espaço museológico, que tem sido visitado e elogiado pela crítica internacional, nomeadamente de Espanha, França e Itália.

 

publicado por incastelobranco às 17:27

O design, o planeamento e a gestão de marcas são alguns dos temas que constituem o livro Design de Identidade e Imagem Corporativa, da autoria de Daniel Raposo, professor da Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART) de Castelo Branco. “As organizações laborais e civis despendem esforços em projectos de Identidade Visual geradores da Imagem Corporativa desejada. No entanto, é fácil comprovar que tal aposta assenta em pressupostos empíricos e erradamente limitados a uma marca gráfica e suas aplicações eventualmente normalizadas”, explica Daniel Raposo sobre esta obra com prefácio de Joan Costa, Vasco Branco e Francisco Providência.

“É objectivo desta obra, o contributo para o esclarecimento de conceitos técnicos e práticas conceptuais relacionados com o que actualmente se de denomina por Branding, evitando o seu uso de forma errada e a falta de eficácia que tal comporta”, continua.

 Ao longo do livro são dadas respostas a dúvidas frequentes. Encontra-se a definição dos principais termos relacionados; a história da marca; modelos de planeamento, gestão e estruturação de marcas; pistas para a realização de projectos de Identidade Visual Corporativa de qualidade.

O livro, editado pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco, foi apresentado esta segunda-feira, por Fernando Moreira da Silva, da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

 

 

 

publicado por incastelobranco às 17:24

Foram, no total, 27 os projectos apoiados pelo programa de Modernização do Comércio (Modcom), no Distrito de Castelo Branco, com os concelhos do Fundão e Covilhã, a ocupar a maior fatia de projectos candidatos e aprovados.

 

 

Assim, a maior parte dos fundos de investimento foram entregues nestes dois concelhos.

Os comerciantes do Fundão viram 10 projectos aprovados, para os quais foram entregues 254 mil euros de incentivo.

Quanto à Covilhã, dos nove projectos que saíram aprovados, 240 mil euros foi o montante de incentivo por parte do Estado.
Já na capital de Distrito os projectos aprovados foram sete projectos, com um incentivo que rondou os 164 mil euros.

Sertã e Oleiros viram um projecto, em cada Concelho, aprovado.

De fora, ficaram concelhos como Belmonte, Penamacor, Idanha-a-Nova, Proença-a-Nova e vila Velha de Ródão.

No total, para o Distrito de Castelo Branco foram atribuídos 721 mil euros de apoios a fundo perdido, anunciou na passada segunda-feira o secretário de Estado do Comércio, Fernando Serrasqueiro, durante uma sessão de apresentação dos resultados do Modcom em Castelo Branco, seguida de uma visita a algumas lojas do comércio tradicional da cidade, que beneficiaram deste apoio financeiro.

publicado por incastelobranco às 17:23

As filhós e os doces regionais vão ser reis através da iniciativa Em Nome da  Beira, que decorre até ao próximo dia 23, no Cybercentro de  Castelo Branco.

 

Para esta iniciativa a editora Alma Azul desafiou as freguesias do Concelho de Castelo Branco a participar num concurso de filhós no dia 22, segunda-feira.

Na quinta-feira, dia 18, haverá é apresentada a biogafia de  Edgar Allan Poe e o livro com um dos seus poemas mais conhecidos: O Corvo. Tudo para assinalar os 200 anos do seu nascimento onde a  Alma Azul  apresenta, nesta edição de Em Nome da Beira, e em estreia, uma instalação de  Celso Lopes sobre o mundo fantástico de Edgar Allan Poe.

Na sexta, às 18 horas é apresentado um de Benjamim Pereira sobre a Tecnologia Tradicional do Azeite em Portugal, editado pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e que contará com  a presença de Paulo Longo, do Centro Cultural Raiano.

Diariamente das 15 às 20 horas, no Cybercentro, decorre a exposição/venda de produtos derivados da oliveira, pão feito pelas mãos de. Margarida de Escalos de Cima, e doces regionais, livros de etnografia e culinária.

publicado por incastelobranco às 17:18
12 de Dezembro de 2008

O Centro Comercial Alegro, do grupo Immochan, que detém os hipermercados Jumbo, abriu, na semana passada, em Castelo Branco, com 40 por cento das lojas encerradas.

Seja por o processo de licenciamento não estar concluído, ou porque ainda aguardam ocupação, o que é certo é que o mais recente Centro Comercial de Castelo Branco abriu apenas a 60 por cento. De recordar que há pouco mais de um ano o Forum Castelo Branco abria portas nesta mesma cidade.

O Alegro de Castelo Branco representa um investimento de 40 milhões de euros.

A direcção do grupo Immochan garantiu, na altura da inauguração do espaço, que as restantes lojas (12) entrarão em funcionamento no primeiro trimestre de 2009.

Assim, na inauguração estavam 26 lojas abertas e, do conjunto das 30 que se encontravam fechadas, 12 não estavam sequer vendidas.

Com caoacidade total para 56 lojas, o Centro Comercial tem um espaço dedicado ao bowling, que se encontra ainda encerrado.

Ainda assim, o espaço consegue oferecer já uma boa fatia em termos de mão-de-obra, com cerca de 1000 postos, assim que estiver a funcionar a 100 por cento.

 

publicado por incastelobranco às 15:15
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Muito Bom post! Sou um Verdadeiro fã de antiguidad...
Bela iniciativa....
É um escândalo!O pessoal do instituto de emprego e...
hola keria saber si el forum se abre tambien los d...
SUGESTÕES PARA AS VOSSAS CONCEITUADAS FESTAS 2011:...
MUITO BEM SR. DR. HUGO.ESTÁ DE PARABENS. A SOCIEDA...
E o cartaz de Monforte da Beira nas festas de Agos...
Fígado On Tour 2010 vai estar em Castelo Branco no...
Parabéns por essa excelente iniciativa! Venho deix...
Muito boa noite. O meu e-mail é ines_m_monica@hotm...
blogs SAPO