Para quem está longe, mas não esquece a Região
10 de Abril de 2009

Depois de um ano, o de 2008, em que as capelas, igrejas matrizes e ermidas, no concelho de Idanha-a-Nova, foram bastante fustigadas por furtos de arte sacra, os párocos viram-se obrigados a colocar trancas à porta.

 

´São já várias as igrejas que reforçaram a sua segurança, servindo-se de meios como alarmes sonoros e até mesmo sistemas de vídeo-vigilância.

 

Proença-a-Velha, Aldeia de Santa Margarida e São Miguel D`Acha estão já dotadas com estes sistemas.

 

Tal como acontece em Monsanto, uma freguesia muito fustigada por este tipo de furtos. ~Em Medelim e Penha Garcia vão também ficar brevemente dotados por sistemas deste género.

 

Outra das acções tomadas pelos vários conselhos paroquiais foi retirar as peças, como figuras e imagens, originais, do interior das capelas, colocando-as em locais seguros.

 

Este foi um conselho deixado pela GNR que  vê com bons olhos estas medidas tomadas pelos párocos idanhenses.

 

Segundo a GNR os autores deste tipo de furtos "só pode ser um grupo de gente já com uma enorme organização e que sabe perfeitamente o que procura furtar", disse Hélder Almeida, comandante distrital da GNR de Castelo Branco.

 

Segundo ainda avançou o mesmo, "será muito difícil encontrar as peças furtadas até agora", no entanto, continuou, "há indícios que nos levam crer que as peças possam já estar em território espanhol".

 

Desde ex-votos com mais de 100 a 200 anos, colunas de pedra, retiradas da extremidade das ermidas, conjuntos de capitéis de madeira, em talha dourada, de tudo um pouco foi já furtado das várias igrejas deste concelho. Idanha foi o município mais fustigado até agora, mas o mesmo tem acontecido por outros concelhos, como Oleiros, Sertã e Proença-a-Nova.

 

As igrejas e ermidas mais escondidas e localizadas fora das localidades são as mais atingidas.

publicado por incastelobranco às 19:10
Caros compatriotas

Os roubos em causa são praticados por elementos de uma rede criminosa internacional composta por gatunos operacionais de etnia cigana, organizados ora por traficantes de obras de arte italianos, ora por outros dos Países Baixos, que distribuiem a mercadoria assim obtida pelo mercado mundial, indo as peças mais valiosas essencialmente para o norte da Europa, e E.U.A.

Como esses indivíduos tradicionalmente dividem entre si o território nacional em zonas de influência e actuação, os alegados ciganos que assaltaram as igrejas na vossa área, só podem pertencer aos clãs que aí se encontram estabelecidos.

Recomenda-se a consulta destes assuntos nomeadamente no Fórum Prorestauro:

http://www.prorestauro.com/phpBB3/viewtopic.php?f=9&t=4621

http://www.prorestauro.com/phpBB3/viewtopic.php?f=9&t=4623

http://www.prorestauro.com/phpBB3/viewtopic.php?f=9&t=4616

http://www.prorestauro.com/phpBB3/viewtopic.php?f=9&t=4608

E outros tópicos disponíveis.

Com consideração.
Sertório Azedas a 26 de Junho de 2009 às 19:10
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
18
19
23
24
28
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Muito Bom post! Sou um Verdadeiro fã de antiguidad...
Bela iniciativa....
É um escândalo!O pessoal do instituto de emprego e...
hola keria saber si el forum se abre tambien los d...
SUGESTÕES PARA AS VOSSAS CONCEITUADAS FESTAS 2011:...
MUITO BEM SR. DR. HUGO.ESTÁ DE PARABENS. A SOCIEDA...
E o cartaz de Monforte da Beira nas festas de Agos...
Fígado On Tour 2010 vai estar em Castelo Branco no...
Parabéns por essa excelente iniciativa! Venho deix...
Muito boa noite. O meu e-mail é ines_m_monica@hotm...
blogs SAPO