Para quem está longe, mas não esquece a Região
20 de Abril de 2008

A vila de Belmonte vai recuperar a rota dos Caminhos de São Tiago, rota esta que já existiu no passado e que era utilizada pelos caminheiros que vinham do sul de Espanha. A vila foi local de passagem de um antigo Caminho de São Tiago desde Mérida, no sul de Espanha, até ao norte de Portugal, em direcção a Santiago de Compostela. Não se conhecem vestígios deste caminho romano, mas a Igreja de São Tiago, que se ergueu na vila de Belmonte é a séria prova de que este caminho existiu. A igreja acaba de merecer obras de recuperação pela autarquia local. O monumento tem traça românica, do século XII, XIII e foi igreja matriz até 1940. Está decorado por frescos do século XVI, no qual se podem ver imagens de Nossa Senhora, São Tiago e São Pedro. Nesta igreja, para além de outros vestígios, pode ser apreciada a pia, onde terá sido baptizado Pedro Álvares Cabral. Neste templo, pode ser ainda vistas desenhadas nas paredes algumas vieiras, símbolos indicativo do Caminho de Santiago. Nesta igreja, paravam os caminheiros para descansarem ou saciarem a sua sede.

 “Estamos a trabalhar para que seja aqui criado um ramal do Caminho de la Plata (rota que vem desde Mérida-Espanha) e que penetre por Portugal, por Belmonte, Viseu, Braga e Santiago. Belmonte seria um ponto estratégico neste futuro Caminho, desde Mérida até Santiago de Compostela”, explicava à Gazeta Juan Gil, presidente da Associação de Amigos do Caminho de Santiago de Cáceres. O responsável apelou ainda ao apoio de Castelo Branco, cidade capital de Distrito e geminada com Cáceres, “que nos ajudem a promover este Caminho, porque é uma aposta regional, também turística”, refere Juan Gil.

“Estamos interessados em recuperá-lo, promovê-lo e dar-lhe valor no futuro”, acrescentava o dirigente. Na Vía de la Plata, com 700 quilómetros, circulam diariamente uma média de 20 a 30 peregrinos. A rota a recriar e que passará por Belmonte terá uma distância mais reduzida até Santiago. Será um atalho, mais directo, sobre uma via romana que já existiu e que pode funcionar como uma via de turismo”, acrescenta o responsável. Foi pintada a primeira vieira (símbolo em forma de seta, em amarelo, que indica o caminho a seguir pelos peregrinos, ao longo do Caminho) junto à igreja de São Tiago, igreja recentemente recuperada pela autarquia. O anúncio foi feito na inauguração do núcleo expositivo de Santiago, na Igreja de São Tiago. O visitante pode conhecer, por um euro, através de uma exposição com suportes multimédia, intitulada Caminhos da Fé, toda a história da igreja e qual a sua importância no contexto das rotas dos peregrinos a Santiago de Compostela.

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por incastelobranco às 21:48
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
comentários recentes
Muito Bom post! Sou um Verdadeiro fã de antiguidad...
Bela iniciativa....
É um escândalo!O pessoal do instituto de emprego e...
hola keria saber si el forum se abre tambien los d...
SUGESTÕES PARA AS VOSSAS CONCEITUADAS FESTAS 2011:...
MUITO BEM SR. DR. HUGO.ESTÁ DE PARABENS. A SOCIEDA...
E o cartaz de Monforte da Beira nas festas de Agos...
Fígado On Tour 2010 vai estar em Castelo Branco no...
Parabéns por essa excelente iniciativa! Venho deix...
Muito boa noite. O meu e-mail é ines_m_monica@hotm...
blogs SAPO